Beijado pela Itália

Uma história da natureza humana, do raro luxo de personalidade e do amor erótico que todos merecemos viver.


Luís pensava precisar de, pelo menos, três encontros para gostar de alguém. Para esta ideia muito contribuiu o preconceito sistémico em redor das onenight stands. Naquela noite eslava, tão mágica quanto artística, foi Beijado pela Itália. Giulia, à primeira vista e por pura intuição feminina, confiou nele para entregar a sua intimidade e Luís, por sua vez, guardou a confiança de Giulia no coração para nunca a perder. Numa madrugada lunar fugiram de uma boatparty num bote salva-vidas criando uma recordação que lhes será eterna na memória. Desembarcaram no jardim de Bratislava onde, num banal mural de aleatórios mosaicos dourados, a criatividade fascinante de Luís vê O beijo de Klimt. Motivos alheios ao amor farão Luís e Giulia entrarem em rota de colisão. Envenenamentos, uma torre de Pisa imaginária, uma salsa dançada em cumplicidade, um dobberman mortífero, falsas amizades, heterocromia, provocações irresistíveis, barreiras linguísticas, mentiras perdoáveis e crimes de trespasse de iate privado ameaçam O beijo Klimt de Luís e Giulia que nem martelinhos de São João conseguem quebrar.

  • Escreveu ou está a escrever um livro que quer publicar?
    Está no lugar certo! Na Atlantic Books estamos constantemente à procura de autores talentosos, para ajudar a transformar as suas ideias em excelentes livros.
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço.
Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies. Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.